A revolução Keynesiana

A revolução Keynesiana

Que os manuais de macroeconomia não mostram

ISBN: 9788546221783 AUTOR: José Maria Alves Da Silva

Em visita à London School of Economics, a rainha Elizabeth II deu um “puxão de orelha” nos economistas britânicos que, segundo ela, não foram capazes de prever a crise creditícia de 2007/2008. Entretanto, o que a rainha não sabia é que a crise havia si...

R$ 49,90 R$ 44,91
QTD.:

Mais Informações

Sinopse

Em visita à London School of Economics, a rainha Elizabeth II deu um “puxão de orelha” nos economistas britânicos que, segundo ela, não foram capazes de prever a crise creditícia de 2007/2008. Entretanto, o que a rainha não sabia é que a crise havia sido prevista pelo economista de origem judaico-iraniana radicado nos EUA, Nouriel Roubini, com base nas teorias de John Maynard Keynes e Hyman Minsky. A incompetência dos economistas em prever a ocorrência de crises econômicas de grandes proporções, muito bem notada pela rainha, resulta de uma ignorância geral sobre o paradigma científico fundado por Keynes e estendido por Minsky, autor do livro Stabilizing an unstable economy do qual sou tradutor para a língua portuguesa. Oferecemos este volume aos que pretendem iniciar no estudo desse paradigma, visando, sobretudo, a formação de quadros capazes de contribuir para o desenvolvimento econômico do Brasil, como pesquisa dores sérios ou educadores de novas gerações de economistas.


Número de Páginas

172


Formato

14x21cm


Ano de Publicação

2022


Área

Economia


PRÓLOGO

PREFÁCIO

1.INTRODUÇÃO

1.1 Micro e Macroeconomia

1.2 Elementos fundamentais do sistema econômico

2. A TEORIA CLÁSSICA

2.1 A Lei de Say

2.2 Poupança, investimento e taxa de juro

2.3 Mercado de trabalho e nível de emprego

2.3.1 A demanda de trabalho

2.3.2 A oferta de trabalho

2.3.3 Análise do equilíbrio

2.4 Moeda e preços

2.4.1 Teoria quantitativa padrão

2.4.3 Poupança forçada e imposto inflacionário

2.5 O modelo clássico

2.6 A doutrina clássica

3. A TEORIA GERAL DO EMPREGO, DO JURO E DA MOEDA

3.1 Perspectiva

3.2 A economia de produção monetária

3.3 O princípio da demanda efetiva

3.4 Mercado de trabalho, salários e preços

3.5 Determinantes da demanda efetiva

3.5.1 A demanda de consumo

3.5.2 A demanda de investimento

3.5.3 Relação entre investimento e consumo: o efeito multiplicador

3.5.4 Preferência pela liquidez, moeda e juro

3.6 A doutrina keynesiana

4. O “MODELO KEYNESIANO” SIMPLES

4.1 Determinação da renda e o efeito multiplicador

4.2 O paradoxo da parcimônia

4.3 O efeito acelerador

4.4 Pleno emprego e políticas fiscais compensatórias

4.5 Extensão para economia aberta

REFERÊNCIAS

Relacionados

Nove Clássicos do Desenvolvimento Econômico

Nove Clássicos do Desenvolvimento Econômico

R$ 41,31
Comprar
Lord Keynes pelo Amauta Mariátegui

Lord Keynes pelo Amauta Mariátegui

R$ 64,90
Comprar
A Economia Política do Patenteamento na América Latina

A Economia Política do Patenteamento na América Latina

R$ 114,21
Comprar
Economia de Comunhão

Economia de Comunhão

R$ 63,80
Comprar