Os seringueiros brasivianos do rio Mamu

Os seringueiros brasivianos do rio Mamu

ISBN: 9786558406280 AUTOR: Francisco Marquelino Santana

A obra Os seringueiros brasivianos do rio Mamu, apresenta linguagem poética com elementos científicos a partir dos quais o autor busca entender, considerando os modos de vida únicos encontrados na Pan-Amazônica-Brasileira-Boliviana, na região do rio Ma...

R$ 55,90 R$ 50,31
QTD.:

Mais Informações

Sinopse

A obra Os seringueiros brasivianos do rio Mamu, apresenta linguagem poética com elementos científicos a partir dos quais o autor busca entender, considerando os modos de vida únicos encontrados na Pan-Amazônica-Brasileira-Boliviana, na região do rio Mamu, um pouco sobre o conceito, significado e o sentido de coletividade.


Número de Páginas

324


Formato

14x21


Ano de Publicação

2021


Área

Geografia


APRESENTAÇÃO

I – O começo

II – O edital

III – As disciplinas

IV – Trabalho de campo

V – Eventos nacionais e internacionais

VI – Resultados

INTRODUÇÃO

CAPÍTULO I. VIVÊNCIA BRASIVIANA – ASPECTOS TEÓRICOS

CAPÍTULO II. OS CAMINHOS BRASIVIANOS – MÉTODO E METODOLOGIA

1. Caracterização e apresentação da área de estudo

1.1 O Departamento de Pando

1.2 A região da Ponta do Abunã

1.3 Seringais e seringueiros na fronteira Brasil-Bolívia

2. A vivência brasiviana na fenomenologia de Heidegger, Dardel e Bachelard

3. A vivência brasiviana na pesquisa participante

CAPÍTULO III. A IDENTIDADE BRASIVIAN E O HISTÓRICO DE OCUPAÇÃO DOS SERINGAIS BRASILEIROS E BOLIVIANOS

1. A gênese da identidade brasiviana e a migração nordestina para a Amazônia durante o 2º surto da borracha

1.2 Mulheres silenciadas e resistência no sertão

2. A chegada dos seringueiros no rio Mamu

2.1 A inserção da mulher nos seringais brasivianos

3. A nova onda migratória para o rio Mamu durante as décadas de 1970/1980 na Amazônia Sul-Ocidental brasileira-boliviana

3.1 Seringueiros e fazendeiros na luta pela terra

3.2 Os novos seringueiros chegam ao rio Mamu

CAPÍTULO IV. OS MODOS DE VIDA BRASIVIANOS: A POÉTICA E OS MARCADORES TERRITORIAIS

1. A poética brasiviana

1.2 O menino boto

1.3 O caboclinho da mata

1.4 O velho da canoa

1.5 A mãe da seringueira

2. Os marcadores territoriais brasivianos

3. Marcadores estruturantes e os modos de vida brasivianos

A – Marcadores vivos

B – Marcadores simbólicos

C – Marcadores fabricados

D – Marcadores históricos

E – Marcadores musicais

F – Marcadores funcionais

G – Marcadores linguísticos

H – Marcadores cosmogônicos

I – Marcadores perceptovisual-sensoriais

J – Marcadores estéticocorporais e marcadores instrumentais do seringueiro

CAPÍTULO V. A ECLOSÃO DO CONFLITO NO RIO MAMU E A IDENTIDADE BRASIVIANA AMEAÇADA

1. O Projeto Ética e Cidadania e a diplomacia internacional

2. A fala dos seringueiros brasivianos

2.1 A mulher brasiviana como símbolo de resistência

3. O agravamento da crise diplomática

4. Os efeitos da crise: a retomada do viés diplomático

CAPÍTULO VI. OS IMPACTOS DA PERDA DA IDENTIDADE E A DESTERRITORIALIZAÇÃO DOS BRASIVIANOS

1. A poética brasiviana fragmentada e os noticiários jornalísticos

2.A desestruturação dos marcadores territoriais brasivianos e os noticiários jornalísticos

3. 13 anos depois: para onde foram os brasivianos?

CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Relacionados

Condominium

Condominium

R$ 39,51
Comprar
Macapá

Macapá

R$ 29,61
Comprar
Civilizar Homens e Florestas

Civilizar Homens e Florestas

R$ 42,21
Comprar
Acre – Resgatando A Memória

Acre – Resgatando A Memória

R$ 32,31
Comprar