Sob as Marcas do Tempo

Sob as Marcas do Tempo

(Trans)envelhecimento na (trans)contemporaneidade

ISBN: 9788546209422 AUTOR: Francisco Francinete Leite Junior

A sociedade brasileira tutela, humilha e constrange as pessoas na velhice e, mais violentamente ainda, a partir da intersecção com os marcadores de raça, classe, deficiência, local/região de moradia, gênero e sexualidade. É desde essas tramas que pesso...

R$ 44,90 R$ 40,41
QTD.:

Mais Informações

Sinopse

A sociedade brasileira tutela, humilha e constrange as pessoas na velhice e, mais violentamente ainda, a partir da intersecção com os marcadores de raça, classe, deficiência, local/região de moradia, gênero e sexualidade. É desde essas tramas que pessoas trans, lésbicas, bissexuais e gays idosas experienciam a posição de não-sujeitos. Não traz novidade dizer que diversidade sexual, de gênero e velhice são produções culturais e políticas. Por isso, faz-se necessário e urgente a produção de pesquisas acadêmicas que possam apontar para os movimentos de (des)construção de certas representações e aprendizagens que estão se impondo no jogo das políticas de subjetivação no Brasil contemporâneo. Em tempos de ultraconservadorismo e fortalecimento das políticas neoliberais e de notório ataque ao estatuto da democracia brasileira, o livro de Francisco Francinete Leite Junior é uma excelente oportunidade para acompanharmos os movimentos de produção de conhecimento nessa perspectiva, alargando os horizontes discursivos sobre a trama gênero, sexualidade e envelhecimento. (Fernando Pocahy)


Número de Páginas

196


Formato

14x21cm


Ano de Publicação

2017


Área

Ciências Sociais


Capítulo 1: Aquenda! Na pista… As apostas do método; Capítulo 2: Bafão! Problematizando corpo, gênero; Capítulo 3: O marcador geracional na travestilidade: o problema de pesquisa; Capítulo 4: Mona, que babado é esse? Os limites (e possibilidades) de um conceito na interpelação abjeta; Capítulo 5: Se joga! Conhecendo espaços e cartografando modos de vida; Capítulo 6: E nhaí? (Trans)envelhecimentos e as dores e delícias de ser o que é.