Mobilidade humana e diversidade sociocultural

Mobilidade humana e diversidade sociocultural

ISBN: 9788564367043 AUTOR: Débora Mazza

Esta coletânea focaliza processos de mobilidade humana (emigração e migração) na contemporaneidade e no passado mostrando como a tendência de buscar outras oportunidades de vida em espaços diversos e muitas vezes desconhecidos é própria da natureza hum...

R$ 59,90 R$ 53,91
QTD.:

Mais Informações

Sinopse

Esta coletânea focaliza processos de mobilidade humana (emigração e migração) na contemporaneidade e no passado mostrando como a tendência de buscar outras oportunidades de vida em espaços diversos e muitas vezes desconhecidos é própria da natureza humana e continua acontecendo hoje com grande ou talvez maior intensidade devido a demandas do mundo do trabalho, maiores facilidades de circulação da informação e melhores possibilidades de mobilidade.


Número de Páginas

324


Formato

16x23cm


Ano de Publicação

2011


Área

Ciências Sociais


Formação de Identidade e Mobilidade sem Deslocamento - Desenhos da comunicação e aprendizagem social, O Percurso da exclusão em O Estrangeiro de Albert Camus, As crianças e a migração: notas a respeito dos processos de socialização, Está na hora de ouvir as vozes daquelas que nem sempre foram ouvidas: crianças migrantes, Migração Nordestina e Cinema, A internacionalização de processos formativos no campo das Ciências Humanas. Do direito à exigência, Isabella: imigrante italiana, A reconstrução da trajetória das várias gerações de mulheres imigrantes italianas em Angatuba/SP, Mulher, música e imigração italiana em Serra Negra/SP, Deslocamentos e vivências familiares de portugueses e luso-africanos, Lembranças: imigrantes portuguesas em São Paulo, Guardiãs de Saberes Ancestrais: Relações de Gênero e Trabalho em Comunidades Pesqueiras de Origem Portuguesa, Uma imigrante alemã paulista: colona, proprietária e professora, Identidade cultural e sua manutenção por meio de diferentes estratégias: imigrantes japoneses em Piracicaba, As “maneiras de fazer” e identidades de mulheres imigrantes.