Memória

Memória

ISBN: 9788546204939 AUTOR: Lilian Rodrigues De Oliveira Rosa

Este livro reúne textos que indicam como os estudos sobre a temática das Políticas Públicas de Cultura vêm se aprofundando em diversas áreas. Os debates engendram massa crítica e geram avanços no campo do conhecimento científico. A primeira parte, “Pol...

R$ 45,90 R$ 41,31
QTD.:

Mais Informações

Sinopse

Este livro reúne textos que indicam como os estudos sobre a temática das Políticas Públicas de Cultura vêm se aprofundando em diversas áreas. Os debates engendram massa crítica e geram avanços no campo do conhecimento científico. A primeira parte, “Políticas Pública de Cultura: Patrimônio e Rede”, apresenta os resultados de recentes pesquisas sobre estratégias de gestão, redes de cooperação e referências culturais. Na segunda parte o leitor tomará contato com questões importantes tais como: o “esquecimento” como fruto das tensões entre as memórias conflitantes; os usos da memória pelos detentores do poder sobre os meios de comunicação. São observadas as ressignificações e a constituição de novas narrativas, que deram suporte para a consolidação de uma história oficial que excluiu, durante muito tempo, o indígena, o velho, o cabano, os quilombolas, aqui apresentados em diferentes artigos. As festas como lugares de memória e de protagonismo são temas da terceira parte.


Número de Páginas

288


Formato

14x21cm


Ano de Publicação

2016


Área

Ciências Sociais


Parte I – Políticas Públicas de Cultura: patrimônio e Rede; Capítulo 1: Os primeiros passos das políticas públicas de patrimônio cultural do Brasil; Capítulo 2: As redes de cooperação em cultura e a busca pela horizontalidade: uma questão de política pública observada no coletivo Fora do Eixo; Capítulo 3: Patrimônio imaterial e referências culturais em Ribeirão Preto: história, teoria e resultados finais de trabalho de pesquisa de campo; Capítulo 4: Memória urbana da arquitetura comercial em Florianópolis; Parte II – Memórias e Identidades; Capítulo 5: História, memória e patrimônio revolucionário: a reconstrução da cidade de Belém do Pará depois da Revolução Cabana – Amazônia brasileira – 1840-1860; Capítulo 6: A ressignificação do inimigo: O medo dos mineiros nas memórias da revolução de 1932; Capítulo 7: Os quilombos da memória: reconhecimento da identidade coletiva; Capítulo 8: Formação multicultural: influências na formação e manutenção de culturas híbridas; Parte III – Festas Como Memória: Permanência e Transgressão; Capítulo 9: Memória do operariado amazonense: a festa como expressão da luta operária, transgressão e carnavalização; Capítulo 10: A festa religiosa como permanência: um estudo de caso em Ribeirão Preto (Brasil).