Desenho Imitativo e Definido

Desenho Imitativo e Definido

Contribuições para historiografia do ensino de desenho em chave com a educação estética

ISBN: 9788546218257 AUTOR: Adriana Vaz

Em Desenho imitativo e definido – contribuições para historiografia do ensino de desenho em chave com a educação estética trata de como o ensino de desenho articula-se à arte e à ciência, presentes nos pressupostos renascentistas que retomaram os princ...

R$ 43,90 R$ 19,75
QTD.:

Mais Informações

Sinopse

Em Desenho imitativo e definido – contribuições para historiografia do ensino de desenho em chave com a educação estética trata de como o ensino de desenho articula-se à arte e à ciência, presentes nos pressupostos renascentistas que retomaram os princípios clássicos do mundo greco-romano, fundamentando posteriormente a visão cientificista do final do século XVIII e XIX com o estilo Neoclássico. O debate suscita a dúvida: o desenho é arte ou ciência? E dialoga com as contribuições de Erwin Panofsky; Arnold Hauser; Friedrich Froebel; Herbert Read; Viktor Lowenfeld, Ana Mae Barbosa; Alexander G. Baungarten; John Ruskin e Luigi Pareyson, autores pioneiros na reflexão sobre desenho, seja do ponto de vista da história da arte, da pedagogia moderna, da arte educação, da filosofia ou da estética.


Número de Páginas

164


Formato

14x21cm


Ano de Publicação

2019


Área

Artes


Apresentação

Uma opinião na forma de prefácio

Capítulo 1. As mudanças curriculares do curso de Educação Artística da UFPR e o ensino do desenho na polarização entre as habilitações em desenho e artes plásticas

1. Ponto de partida

2. Correntes pedagógicas e o curso de Educação Artística da UFPR

3. Desenho como representação e expressão

4. Aspectos metodológicos

Reflexões finais

Capítulo 2: A educação estética por meio de desenhos, palavras e gestos: contribuições para historiografia do ensino de desenho, a partir das produções acadêmicas dos acervos da UFMG e UFPR (1878-1930)

Introdução

1. Itinerários metodológicos e fontes de pesquisa

2. O desenho visto por meio da representação da natureza

3. O desenho visto por meio do desenho geométrico

4. O desenho visto por meio de formas estilizadas, palavras e gestos

Considerações finais

Capítulo 3: A educação dos sentidos: uma abordagem sobre as prescrições do ensino de desenho entre 1870 a 1907

Introdução

1. A educação dos sentidos por meio do desenho

2. Desenho imitativo

3. Desenho definido

Considerações finais

Reflexões finais

Posfácio: Narrativas de si! Desenhar e pesquisar é como dançar na corda bamba

Referências