Das Lutas Políticas ao Reconhecimento Jurídico

home / Das Lutas Políticas ao Reconhecimento Jurídico

10%
Das Lutas Políticas ao Reconhecimento Jurídico

Relacões Raciais, Ensino Superior e Ações Afirmativas no Brasil

9788546205394
Priscila Martins Medeiros

As políticas de ação afirmativa foram duramente criticadas ao longo da década que se inicia em 2002 com a adoção de cotas pelas universidades fluminenses, o que se estendeu até 2012 com a manifestação do Supremo Tribunal Federal. A Suprema Corte, na oc...

Mais informações

R$ 36,90

R$ 33,21

QTD.:
COMPRAR

Consulte o prazo de entrega

    Mais Informações

    Sinopse:

    As políticas de ação afirmativa foram duramente criticadas ao longo da década que se inicia em 2002 com a adoção de cotas pelas universidades fluminenses, o que se estendeu até 2012 com a manifestação do Supremo Tribunal Federal. A Suprema Corte, na ocasião, considerou que tais políticas não feriam quaisquer princípios constitucionais. Nesta obra, a socióloga Priscila Medeiros aprofunda a reflexão em torno da disputa jurídica travada entre o Estado, Instituições de Ensino Superior e candidatos às vagas em universidades que se sentiram lesados pela adoção das políticas de ação afirmativa. A autora também nos brinda com sua reflexão, a partir das Ciências Sociais, sobre uma hipótese que tem a capacidade de nos inquietar, qual seja: a partir da Constituição Federal de 1988 haveria um deslocamento do tratamento das questões raciais no Brasil. Se o mito da democracia racial havia se consolidado na narrativa do Estado Nacional sob as críticas do movimento negro, o texto constitucional de 1988 abria possibilidades de se pensar criticamente as relações raciais, problematizando interpretações pautadas no mérito individual, na mestiçagem e da inexistência do racismo.

    Sumário:

    Capítulo 1: Políticas de ação afirmativa e debate sociojurídico: os instrumentos e passos de uma ação judicial; Capítulo 2: A pesquisa e seu traçado metodológico; Capítulo 3: Democracia racial: desconstrução de um mito; Capítulo 4: Ações afirmativas: contextos e significados; Capítulo 5: A Constituição Federal de 1988 e a questão racial; Capítulo 6: Exploração e análise das ações judiciais: os argumentos dos estudantes; Capítulo 7: Exploração e análise das ações judiciais: os argumentos dos desembargadores.

    Numero de paginas:

    208

    Formato:

    14x21cm

    Ano de publicação:

    2016

    Área:

    Educação