Cultura Visual

home / Cultura Visual

Cultura Visual

Memória, Discursos e Socialidades

9788546213474
Éverly Pegoraro

As experiências culturais contemporâneas são marcadas por novas formas de percepção e comunicação, transformam saberes, narrativas e práticas do ver. Nesse contexto, a cultura visual, por meio de diferentes processos e produtos, torna-se um elemento pr...

Mais informações

R$ 46,90

QTD.:
COMPRAR

Consulte o prazo de entrega

    Mais Informações

    Sinopse:

    As experiências culturais contemporâneas são marcadas por novas formas de percepção e comunicação, transformam saberes, narrativas e práticas do ver. Nesse contexto, a cultura visual, por meio de diferentes processos e produtos, torna-se um elemento propiciador de trocas simbólicas, reconhecimento identitário e interações sociais. Esta obra reúne pesquisadores que se propõem a entender a produção visual e os respectivos atos de ver e ser visto como prática social, cultural e política. Trata-se de uma compilação interdisciplinar e diversificada, na tentativa de instigar o leitor a refletir sobre a cultura visual como um campo de diferenças sociais, de contestação e de conflito nas práticas de representação e que, justamente por isso, torna-se um espaço privilegiado para entender a produção histórica de determinadas formas de subjetivação e socialidade. Esperamos que a obra seja um incentivo à inquietação e, por que não, à transgressão do olhar sobre a cultura visual contemporânea.

    Sumário:

    1. Resistência e efeitos de memória no discurso imagético: reflexões sobre o carnaval brasileiro de 2018; 2. Brancos, negros e índios: a identidade nacional através de imagens; 3. O discurso midiático sobre povos indígenas no Brasil: das coberturas não indígenas à autorepresentação; 4. Discurso e ideologia no gênero discursivo panfleto: abordagem de sua materialidade linguístico-discursiva; 5. Realidade e ficção no cinema em quadrinhos: linguagens em justaposição; 6. Um filme para pensar um modo de fazer filmes; 7. Séries televisivas históricas não-documentais e a cultura-aprendizagem histórica; 1. Neovitorianismo: ressignificações de temporalidade e visualidade híbrida; 2. Steampunk no Brasil: revolução do vapor ou revolução visual? análise de um movimento underground em nosso país; 3. Reflexões por uma dramaturgia da cena; 4. Juventude e autorrepresentação no facebook; 5. A comunicabilidade a partir da educação híbrida: EAD e suas conexões; 6. Direitos humanos e literatura: o trabalho é para o homem e não o homem para o trabalho; 7. Ozob: protocolo molotov. distopia e pós-humanismo no cyberpunk brasileiro.

    Numero de paginas:

    268

    Formato:

    14x21cm

    Ano de publicação:

    2019

    Área:

    História