Continuum Colonial

home / Continuum Colonial

Continuum Colonial

Bartolomeu Rodrigues Mendonça

9788546217700
Bartolomeu Rodrigues Mendonça

Esta obra, além de apresentar casos empíricos de práticas coloniais no tempo presente, arrisca sugerir ao leitor um novo conceito – continuum colonial – que pretende alargar ou mesmo ir adiante da tradição, já consagrada dos estudos pós-coloniais, ao c...

Mais informações

R$ 59,90

QTD.:
COMPRAR

Consulte o prazo de entrega

    Mais Informações

    Sinopse:

    Esta obra, além de apresentar casos empíricos de práticas coloniais no tempo presente, arrisca sugerir ao leitor um novo conceito – continuum colonial – que pretende alargar ou mesmo ir adiante da tradição, já consagrada dos estudos pós-coloniais, ao contestar a passagem da condição colonial para a de pós-colonial dos povos invadidos pelas “missões civilizatórias” do século XV. O continuum colonial expressa, no tempo presente, as formas iniciais de expropriações utilizadas pelos colonizadores que se aventuraram além-mar nos idos dos anos de mil e quinhentos. Nos contextos atuais, a herança política, econômica, cultural, administrativa e fundiária das relações coloniais favorece a elite herdeira colonial de exercer o controle das estruturas privadas e públicas. Por sua vez, as elites locais e globais, coligadas, herdeiras do habitus colonial, operaram o continuum colonial na sociedade colonial (= moderna) e seguem usurpando a vida daqueles por elas classificados como tradicionais, atrasados, subdesenvolvidos, indolentes e ignorantes, pobres, desqualificados, desempregados, sob a evasiva de levá-los ao desenvolvimento, ao progresso.

    Sumário:

    1. Colonialidade (= modernidade): o continuum colonial

    2. Os escravos da república na ilha Upaon-Açu ou sobre a resistência ao apagamento de vidas indesejáveis

    3. Deslocamentos compulsórios e o continuum colonial


    4. Piquiá de baixo: uma retirada necessária


    5. Os deslocados do desenvolvimento no Brasil: da colonização ao continuum colonial


    6. Buriticupu: a colonialidade (= modernidade) da colonização grilagem, expropriação e a luta pela terra

    Numero de paginas:

    352

    Formato:

    16x23cm

    Ano de publicação:

    2019

    Área:

    História