Cadernos de Ensino de Ciências

Cadernos de Ensino de Ciências

ISBN: 9788546214686 AUTOR: Francisco José Figueiredo Coelho

Navegando pelas mídias sociais, notavelmente, surgem nesse berço de informações digitais conhecimentos das ciências, da biotecnologia e da saúde. E como ficam as escolas diante dessa gama de informações e possibilidades de interface? Será que elas têm ...

R$ 42,90 R$ 38,61
QTD.:

Mais Informações

Sinopse

Navegando pelas mídias sociais, notavelmente, surgem nesse berço de informações digitais conhecimentos das ciências, da biotecnologia e da saúde. E como ficam as escolas diante dessa gama de informações e possibilidades de interface? Será que elas têm favorecido a convivência social e a qualidade de vida entre os estudantes? Por meio do diálogo com diferentes teóricos, os primeiros oito cadernos aqui apresentados oferecem apontamentos quanto às questões atuais que transpassam a Educação Científica. De outra forma, têm o intuito de ampliar visões educativas e, porque não dizer, de uma visão planetária, como ousaria dizer o filósofo Edgar Morin. Os demais cinco cadernos compilam experiências de pesquisa e/ou docência acerca de estratégias ou ferramentas que envolvem um Ensino de Ciências, saúde e/ou biotecnologia centrado da diversidade e na inclusão dos estudantes, a fim de estimular uma pedagogia autônoma e crítica. Que os conhecimentos dessa obra lhe ampliem visões. Afinal, como já diria Albert Einstein “Uma mente que se abre ao novo, jamais retorna ao tamanho original”. Francisco Coelho, Organizador.


Número de Páginas

176


Formato

14x21cm


Ano de Publicação

2018


Área

Formação de Professores


Capítulo 1. Aportes teóricos para a discussão sobre o ensino de genética e biotecnologia na educação básica; Capítulo 2. O ensino médio, as disciplinas científicas e a educação de jovens e adultos: real inclusão aos que retornaram à escolarização?; Capítulo 3. O ensino de ciências e o cinema: [re]construindo o conceito de albinismo; Capítulo 4. Conversa entre ciências e o ensino de biossegurança na formação de profissionais na área de saúde; Capítulo 5. Desenvolvimento e avaliação de material didático tátil sobre o ensino de biotecnologia para alunos deficientes visuais e videntes do ensino médio; Capítulo 6. Diálogo sobre atitude interdisciplinar de professores de uma escola estadual: entre argumentos, razões e práticas no ensino de ciências; Capítulo 7. Refinar, reduzir e substituir na experimentação animal: por que devemos ensinar?; Capítulo 8. Fundamentações do STEM education para o ensino de biotecnologia na educação básica; Capítulo 9. O lúdico no processo de ensinar e aprender: jogo didático abordando o ensino de nutrição na disciplina ciências; Capítulo 10. A literatura de cordel como ferramenta educativo-preventiva sobre o uso abusivo do álcool no ensino de biociências e saúde; Capítulo 11. A física e o desporto: uma possibilidade de educação científica e promoção da saúde mediadas pela tecnologia.