Bajubá

Bajubá

Memórias e Diálogos das Travestis

ISBN: 9788546118110 AUTOR: Gabriela Costa Araujo

Em “Bajubá: memórias e diálogos das travestis” encontramos um estudo sobre o Bajubá, linguagem utilizada pela comunidade LGBT, que tem origem na língua africana iorubá-nagô, baseada no léxico da língua portuguesa, com diferentes arranjos. A circulação ...

R$ 42,90 R$ 38,61
QTD.:

Mais Informações

Sinopse

Em “Bajubá: memórias e diálogos das travestis” encontramos um estudo sobre o Bajubá, linguagem utilizada pela comunidade LGBT, que tem origem na língua africana iorubá-nagô, baseada no léxico da língua portuguesa, com diferentes arranjos. A circulação da linguagem, sua permanência, popularização e os signi¬ficados acionados pelas travestis por meio do bajubá mostram que gênero, raça, etnicidade, geração e classe se interseccionam na origem e nos fluxos desse dialeto. Esta publicação é destinada a pesquisadores, professores e interessados em refletir e a (re)pensar, a língua, a partir do bajubá, das memórias das travestis e da comunidade LGBT no país.


Número de Páginas

188


Formato

14x21


Ano de Publicação

2019


Área

Linguística


Prefácio

Lista de abreviaturas

Introdução

“Aqüendando um bajubá”: sobre uma pesquisa

“É uma língua das bicha”, “é o dialeto da mona”: escolhas teórico-metodológicas e estrutura da obra

1. O bajubá apresentado pelas pesquisas: uma revisão bibliográfica

1. Percorrendo os vestígios do bajubá: territórios e significados

2. Língua (des) ordem: os dicionários e glossários e seus atravessamentos no universo das travestis

1. Diálogo de Bonecas

2. Bichonário: um dicionário gay

3. Aurélia, uma dicionária da língua afiada

4. Os glossários: “Homossexualismo em São Paulo” e “Abjeção e Desejo”

5. Como palavras em movimento

6. Diálogo (s) de Bonecas: desempenho de corpos e sabres

3. “Nós existimos, temos até dialeto próprio”: entre disputas e convergências

1. Navalha na boca: o bajubá, “mil dispositivos”

2. Diálogo de Bonecas: políticas de prevenção da aids e a emergência do movimento de travestis

Desaqüendando o bajubá: considerações finais

Referências