Corpos para o Capital

home / Corpos para o Capital

NOVO
15%
Corpos para o Capital

Acidentes de Trabalho, Prevencionismo e Reabilitação Profissional Durante a Ditadura Militar Brasileira (1964-1985)

9788546216697
Ana Beatriz Ribeiro Barros Silva

A questão da sinistralidade laboral e suas repercussões na relação capital/trabalho, intermediada pelo Estado, é o fio condutor que interliga as discussões abordadas neste livro, com enfoque especial nos casos ocorridos durante a ditadura militar e seu...

Mais informações

R$ 59,90

R$ 50,92

QTD.:
COMPRAR

Consulte o prazo de entrega

    Mais Informações

    Sinopse:

    A questão da sinistralidade laboral e suas repercussões na relação capital/trabalho, intermediada pelo Estado, é o fio condutor que interliga as discussões abordadas neste livro, com enfoque especial nos casos ocorridos durante a ditadura militar e seus impactos sobre a classe trabalhadora brasileira. Assim, constata-se que a promoção do “desenvolvimento com segurança”, meta-síntese do regime, tinha um limite claro: a saúde, a integridade física e mental, a sobrevivência dos trabalhadores, reais construtores do “milagre” econômico brasileiro. Partindo da concepção de que os acidentes e doenças decorrentes do trabalho são o auge do processo de exploração do labor e a maior violência contra os corpos e mentes de quem vive do trabalho, o estudo percorre momentos distintos no interior do mesmo processo: ocorrência, contabilização e divulgação dos sinistros, que tiveram aumento exponencial durante o período ditatorial; respostas dadas pelo regime para sanar o problema por meio de políticas que buscavam incutir o “espírito prevencionista” no trabalhador nacional; reabilitação profissional, política previdenciária criada para recuperar os corpos incapacitados para/pelo trabalho, a fim de devolvê-los ao mercado. <p><br></p>

    Sumário:

    Capítulo 1: Trabalho, acidentes e doenças ocupacionais: a culminância do processo de exploração capitalista em perspectiva global e brasileira


    Capítulo 2: O desgaste: exploração e incapacidade para o trabalho durante a ditadura empresarial-militar brasileira

    Capítulo 3: A ideologia da prevenção e culpabilização do trabalhador frente aos índices de acidentes de trabalho no Brasil

    Capítulo 4: A recuperação dos corpos para o capital: Previdência, saúde e Reabilitação Profissional no Brasil

    Capítulo 5: A recuperação dos corpos para o capital: o caso do CRP-João Pessoa.


    Numero de paginas:

    460

    Formato:

    16x23cm

    Ano de publicação:

    2019

    Área:

    História