Pensamento Latino-Americano e Justiça Social

home / Pensamento Latino-Americano e Justiça Social

20%
Pensamento Latino-Americano e Justiça Social

Perspectivas Críticas

9788546209736
José Ricardo Caetano Costa

Queremos refletir esta encoberta realidade latino-americana à luz da feição colonial que o capitalismo assumiu como um todo, tendo em vista a dinâmica da exclusãosocial sob vários vieses: a questão ambiental; indígena, de gênero e raça; bioética; opres...

Mais informações

R$ 42,90

R$ 34,32

QTD.:
COMPRAR

Consulte o prazo de entrega

    Mais Informações

    Sinopse:

    Queremos refletir esta encoberta realidade latino-americana à luz da feição colonial que o capitalismo assumiu como um todo, tendo em vista a dinâmica da exclusãosocial sob vários vieses: a questão ambiental; indígena, de gênero e raça; bioética; opressão e denúncia da colonialidade; movimentos sociais; agronegócio e impactos no processo educativo. Temas que sinalizam relações assimétricas e de subjugação ao sistema capitalista periférico. Esta obra coletiva é resultado do estudo de pós-doutoramento, realizado junto ao Programa de Pós-Graduação em Direito e Justiça Social (no período de 2015-2016) da Universidade Federal de Rio Grande (Furg). O conjunto de textos reunidos visa a partir dos aportes teóricos trazidos pelos pesquisadores convidados, fornecer pistas e reflexões que tornem o enfrentamento crítico e de transformações no contexto da América Latina uma “necessidade sempre atual”.

    Sumário:

    Entre os caminhos da América Latina; O programa de promoção das reformas educacionais na América Latina e Caribe: O agronegócio vai às escolas públicas formar seus intelectuais orgânicos subalternos; A formação em educação ambiental crítica na periferia do capitalismo: Contribuições marxistas; Ontologia do ser social e epistemologia crítica: Contribuições para a questão ambiental; Uma pedagogia cosmopolita descolonial: Utopia e emancipação; Frantz Fanon e seu pensamentodes colonizante/anticolonialista: Cicatrizes, sequelas que permanecem nos países colonizados até os dias de hoje; Estado, religiosidade e poder: Por uma pluritopia social de denúncia da colonialidade na América Latina; A Pedagogia dos Afetados: A educação ambiental emergente dos movimentos socioambientais em luta contra os mega empreendimentos petroleiros; Diálogos necessários na ciência moderna: Gêneros, sexualidades e justiça social; A questão ambiental e os movimentos sociais: Um olhar a partir de Enrique Dussel; Ensaios transversais de justiça, bioética e meio ambiente: O buenvivír como expressão da identidade latino-americana.

    Numero de paginas:

    192

    Formato:

    16x23cm