A VIAGEM DA CRUZ AO TETO DO MUNDO

home / A VIAGEM DA CRUZ AO TETO DO MUNDO

NOVO
15%
A VIAGEM DA CRUZ AO TETO DO MUNDO

ENCONTROS CULTURAIS E DIÁLOGO INTER-RELIGIOSO NAS MISSÕES DA COMPANHIA DE JESUS NA ÍNDIA E NO TIBETE (SEC. XVI-XVIII)

9788546214198
Bruna Dutra De Oliveira Soalheiro Cruz

Em 1510, a ilha de Goa, na costa do subcontinente indiano, foi ocupada por portugueses. Dezesseis anos depois, o norte da Índia foi invadido por um exército do Afeganistão e da Ásia Central, comandado por um turco chamado Babur (1483-1530). Babur funda...

Mais informações

R$ 52,90

R$ 44,97

QTD.:
COMPRAR

Consulte o prazo de entrega

    Mais Informações

    Sinopse:

    Em 1510, a ilha de Goa, na costa do subcontinente indiano, foi ocupada por portugueses. Dezesseis anos depois, o norte da Índia foi invadido por um exército do Afeganistão e da Ásia Central, comandado por um turco chamado Babur (1483-1530). Babur fundaria a dinastia Mogol, que seria de fato estabelecida por seu neto Akbar(1556-1605), através de franco processo de expansão territorial e promulgação de varias reformas econômicas e sociais. Algumas décadas depois, por meio de comerciantes portugueses que “mordiscavam” a costa do subcontinente indiano e “coziam” suas redes de comércio, o então soberano mogol tomou conhecimento do cristianismo. Akbar teve seu primeiro contato com portugueses em 1573, enquanto cercava o sultanato de Guzarate. Deste contato inicial surgiu um convite para que padres se estabelecessem na Índia. A partir daí, os religiosos da Companhia de Jesus lançaram-se em missões pelo coração do continente indiano, estabelecendo-se em várias regiões da Índia e alcançando, pela primeira vez, o Tibete. É neste contexto - plural em religiosidade, línguas e culturas - que se estabelece o encontro entre cristãos, hindus, muçulmanos e budistas. Este livro é um olhar sobre estas experiências de diálogo, tolerância e negociação do início da época moderna.

    Sumário:

    Prefácio; Prólogo; 1. Retórica e política: a atuação dialógica dos missionários da Companhia de Jesus na Corte Mogol (1580-1583); 2. Da necessidade de se fazer ouvir à possibilidade de persuadir: a elaboração do tratado apologético fonte de vida; 3. A primeira missão da Companhia de Jesus no Tibete; 4. A segunda missão da Companhia de Jesus no Tibete; 5. Considerações finais; Referências

    Numero de paginas:

    364

    Formato:

    14x21cm

    Ano de publicação:

    2019

    Área:

    História